Você já ouviu falar em mobile first? Esse conceito vem ganhando cada vez mais destaque nos projetos digitais e mercado de eventos. Ele afeta diretamente as ações de marketing desenvolvidas nos ambientes online e está transformando o modo de as empresas disponibilizarem os seus conteúdos na web.

Quer saber mais sobre o assunto? Continue a leitura e entenda de uma vez por todas o que é mobile first e quais as principais vantagens dele para as estratégias de marketing da sua empresa.

O que é mobile first?

Mobile first é um projeto que faz a criação de projetos web e sites primeiros em dispositivos móveis, para depois fazer adaptações para o desktop e outras plataformas, ao contrário do que ainda acontece na maioria das vezes.

Focado na arquitetura e desenvolvimento de sites para a web, ele cumpre com maestria o que propõe em sua tradução literal: móvel primeiro.

Principal tendência entre os profissionais de marketing e tecnologia nos últimos anos, o conceito de mobile first foi desenvolvido entre 2009 e 2010 pelo diretor de produto do Google, Luke Wroblewski.

Qual é o processo feito hoje em dia para os projetos web?

Atualmente, a maioria das empresas desenvolve os seus sites pensando no desktop como tela principal. A partir disso, o conteúdo é adaptado para atender a demanda dos dispositivos móveis. Com o mobile first, os papéis se invertem.

O smartphone se transformou na primeira tela – que já é a bastante tempo, desde 2014 – e os computadores recebem uma derivação do que foi arquitetado para o mobile.

A partir de agora, quem pensa em investir em estratégias digitais deve realizar qualquer planejamento a partir das menores telas, favorecendo, assim, a experiência do usuário em termos de performance e usabilidade da página, além do melhor acesso ao conteúdo.

Design Responsivo x Mobile First

Quando os dispositivos móveis começaram a ganhar força, surgiu o design responsivo, que nada mais é do que uma forma de automatizar a adaptação de produtos com foco em desktop para outras telas.

Assim, o desenvolvedor cria o site com formato para computador e responsivamente a visualização fica aceitável para smartphones e tablets.

O mobile first difere desta técnica por pensar na experiência do usuário mobile como o próprio nome sugere: em primeiro lugar.

Ao desenvolver produtos para dispositivos móveis e, a partir disso, adaptar para desktop, você estará privilegiando as novas tendências e ganhando pontos com o seu público.

O que priorizar?

Ao trabalhar projetos mobile, priorize não só a forma, mas também o conteúdo e a navegabilidade.

Lembre-se que é preciso considerar alguns fatores antes do desenvolvimento:

Velocidade de servidor: como está o carregamento das suas páginas? Conforme o Google Data, 53% das visitas a sites no mobile são abandonadas quando uma página leva mais de três segundos para carregar;

Suas mensagens são eficientes desde a primeira palavra? Mesmo com um carregamento rápido, você tem alguns segundos de contato para impactar e atrair com sua mensagem. Caso contrário, você pode acabar sendo trocado por outras infinitas possibilidades disponíveis na palma da mão dos usuários;

Pense no contexto dos acessos: os clientes podem estar no transporte público, no trabalho ou na praia. Por isso, é preciso entreter essa pessoa com um conteúdo completo. Segundo o Test my Site, se a experiência no celular for negativa, ela terá 62% menos chances de consumir novamente.

Tenha um bom software de análise de dados para mobile, garantindo que será possível mensurar o impacto das suas ações

Por fim, é hora de aplicar o mobile first e se aproximar do seu público.

Confira 4 formas de priorizar o conteúdo para dispositivos móveis no marketing digital:

Site: o primeiro passo para uma estratégia mobile first completa é construir o site da sua empresa com foco total na navegabilidade com celulares;

Redes sociais: é importantíssimo ter uma presença digital mobile. Assim, publique conteúdos com pouco texto, use o formato vertical e invista em vídeos e imagens.

E-mail Marketing: se você envia newsletters aos clientes, que tal enviar conteúdos que chamem atenção na palma da mão e, portanto, sejam fáceis de ler? Desenvolver os e-mails com prioridade mobile impede erros de adaptação responsiva que diminuem a fonte ou desconfiguram o visual nos diferentes dispositivos.

Campanhas completas: através de aplicativos, por exemplo, é possível criar campanhas inteiras voltadas para os usuários de dispositivos móveis.

Por que investir?

Segundo relatório da GSMA, o Brasil é o país com mais smartphones conectados da América Latina. Até o fim de 2017, foram contabilizadas mais de 234 milhões de conexões, e a tendência é que esse número seja cada vez maior. Além disso, o tráfego de dados via mobile aumenta, em média, 50% a cada ano.

Diante desse cenário de constante crescimento vivido ao redor do mundo, a tendência é que a maneira mais fácil e eficiente de chegar até um determinado público seja por meio dos dispositivos móveis. Ou seja, pensar no mobile como prioridade é uma necessidade urgente do mercado. 

Para proporcionar uma experiência cada vez mais completa e satisfatória para os usuários, é essencial que o foco de todos os projetos da web esteja prioritariamente nos dispositivos móveis.

Assim, é possível potencializar o seu conteúdo, destacar os assuntos mais relevantes, otimizar os processos com as ferramentas disponibilizadas e, por fim, atingir o seu público de forma cada vez melhor.

Quais são as vantagens do mobile first?

Como você pode perceber, o investimento em mobile first é uma necessidade real para quem busca se destacar nas plataformas digitais. Além disso, esse novo conceito de desenvolvimento é capaz de proporcionar inúmeros benefícios para o seu site. Confira abaixo:

Melhor ranqueamento no Google

Em março de 2018, o Google anunciou oficialmente uma mudança que já estava sendo esperada pelos profissionais de marketing e tecnologia. A partir daquele momento, os formatos de indexação e ranqueamento da plataforma seguiriam o conceito de mobile first.

Essa alteração aconteceu porque o número de acessos por dispositivos móveis superou o por desktop.

De acordo com esse novo formato, as páginas serão classificadas e ranqueadas na plataforma de busca do Google com base em suas versões mobile. Ou seja, quem tem um site otimizado para dispositivos móveis sai na frente e se destaca nas pesquisas.

Melhor experiência do usuário

O desenvolvimento de um site a partir do mobile vai garantir uma experiência mais completa, informativa e agradável para a grande maioria dos usuários, que acessam tudo diretamente pelo celular.

Isso porque os parâmetros de priorização de informação mudam, e os desenvolvedores precisam definir quais são os dados mais importantes a serem exibidos.

As páginas mobile first são criadas a partir de uma realidade de tela muito menor. Os conteúdos precisam ser disponibilizados de forma mais otimizada e não há espaço para informações irrelevantes. Assim, a tendência é que os sites para dispositivos móveis sejam cada vez mais limpos, funcionais e visualmente agradáveis.

E todas essas mudanças impactam diretamente a experiência de navegação do usuário, que estará muito mais focada na usabilidade e acessibilidade das informações e conteúdo das páginas.

Aumento da credibilidade da marca

O aumento da credibilidade da marca está diretamente relacionado com a vantagem anterior. Afinal, se você busca proporcionar a melhor experiência para o seu usuário, ele enxerga mais valor na sua marca e nos produtos e serviços que você tem a oferecer.

Além disso, o mobile first também é importante para aumentar a credibilidade no seu mercado de atuação. Isso porque os concorrentes e empresas parceiras vão passar a associar a sua marca a inovação, enxergando os seus projetos com outros olhos.

Otimização do carregamento das páginas

Diferente do desktop, que, geralmente, é acessado de forma mais calma, com o usuário sentado e conectado a uma rede banda larga, nos dispositivos móveis, tudo é feito de forma rápida e imediata. Por isso, a tendência é que os desenvolvedores busquem soluções para um carregamento de página cada vez mais rápido e eficiente.

Ao eliminar informações irrelevantes e focar apenas na priorização de exibição, é possível criar sites mais leves, que carreguem de forma progressiva e funcional. Ou seja, o dispositivo abre os conteúdos gradativamente, começando com os blocos iniciais de dados e, quando necessário, as páginas e informações secundárias.

Além disso, ao desenvolver um material mobile first, você também deve estar atento ao carregamento de conteúdo multimídia. Fotos e vídeos muito pesados podem ser verdadeiros vilões que vão afastar os usuários da sua página.

Tenha sempre em mente que o processo precisa ser rápido, consumindo o mínimo de dados móveis possível.

Ao chegar até aqui, você deve ter percebido a importância de ter um site responsivo que se adéque ao mobile first, certo? E isso não é diferente no ramo de eventos. Para divulgar todas as informações necessárias e alcançar um público cada vez maior para as suas ações, é preciso se adaptar às novas necessidades e ofertas do mercado.

Embora essa não seja uma tarefa tão fácil, pensar a partir do mobile first é se preparar para um futuro que está cada vez mais próximo. Afinal, as novas gerações estão em busca de simplicidade e usabilidade em suas experiências online.

Conclusão

O Mobile vem ganhando cada vez mais espaço, e espaço gigantesco. 

Se antes a grande força estava nas questões comportamentais dos usuários, agora ela se ancora na economia.

Na Black Friday de 2019, por exemplo, 55% dos pedidos foram realizados a partir de um celular.

O faturamento foi de R$ 3,87 bilhões, um aumento de 30,9% em relação ao ano anterior.

Esses números foram alcançados somente nos dias 28 e 29 de novembro.

E você está preparado, vai se preparar ou ainda dúvida do Mobile First?

Artigos Relacionados

O que é automação comercial?

O que é automação comercial?

Automação comercial pode ser definida como a utilização de ferramentas e métodos tecnológicos para automatização de tarefas corporativas. Ela pode ser aplicada tanto em ações operacionais como na parte estratégica do negócio. A automação comercial é prima próxima do...

read more
O que é um sistema ERP?

O que é um sistema ERP?

ERP é a sigla de Enterprise Resource Planning, que em português significa Planejamento de Recursos Empresariais. Esse modelo de software disponibiliza ferramentas integradas de contabilidade, finanças, recursos humanos e demais setores da empresa, contribuindo para...

read more
Taxa de conversão: o que é e como calcular?

Taxa de conversão: o que é e como calcular?

Muitas empresas olham para a taxa de conversão como uma métrica a ser utilizada como termômetro para entender a real eficiência da comunicação do site ou de uma página específica. Há quem prefira usar essa informação puramente para definição de metas de um time...

read more
Abrir Chat
Precisa de ajuda?
Olá, como posso te ajudar?