Grandes e-commerces dependem muito de uma logística afiada e proativa para ter um bom desempenho. Nesse cenário, a tecnologia é uma ótima aliada: para organizar os diversos processos dessa cadeia de distribuição, existem ferramentas qualificadas como o gateway logístico, de frete e o TMS.

Assim, pode-se dizer, sem dúvidas, que os recursos tecnológicos são essenciais para assegurar o fluxo seguro de dados e otimização de procedimentos operacionais. Como resultado, a experiência de compra do cliente é aprimorada e a empresa passa a operar em um patamar superior, conquistando um diferencial competitivo.

Você sabe a diferença entre gateway logístico, de frete e o TMS? Entenda agora o funcionamento dessas ferramentas, seus benefícios e saiba escolher o melhor sistema para o seu negócio.

A diferença entre gateways logístico, de frete e o TMS

Gateway logístico

O gateway logístico é uma solução tecnológica abrangente e que otimiza toda a cadeia de distribuição de um e-commerce e não apenas o transporte, como o de fretes. Dentre suas muitas funções, destacamos:

  • gestão de prazos, preços e do desempenho das transportadoras;
  • atualização de informações;
  • coordenação do fluxo de dados;
  • acompanhamento de carrinhos abandonados.

Assim, o intuito do gateway logístico é oferecer um recurso mais completo para a gestão de uma loja virtual. Suas principais vantagens são:

  1. Promove a redução de custos logísticos

Gargalos, erros e processos repetitivos e ineficientes são comuns em logística, uma vez que ela é composta de uma cadeia complexa de operações. A implementação de softwares como o gateway logístico ajuda a aperfeiçoar procedimentos, eliminar desperdícios e falhas, agilizar operações e potencializar o uso dos recursos e, consequentemente, reduzir custos.

  1. Favorece o controle

Todo o objetivo de uma ferramenta como essa é integrar os processos da loja e gerenciar o movimento de informações, atualizando automaticamente tudo que mudar. Assim, o gestor só precisa abastecer dados em um só lugar e monitorar todas as operações por lá, ganhando mais tempo e tendo um poder maior para tomar decisões. 

Gateway de fretes

Muitas pessoas costumam confundir o gateway de fretes com o logístico. Na verdade, eles possuem particularidades distintas e este recurso, como o nome indica, é usado para gerenciar o transporte e a cotação de fretes. Basicamente, o software funciona da seguinte forma:

  • no site da loja, o cliente escolhe seus produtos e vai para o checkout;
  • nessa página, insere seu CEP para saber o valor do frete;
  • o gateway consulta as informações cadastradas no e-commerce e apresenta as alternativas, preços e prazos disponíveis para o cliente;
  • o consumidor pode escolher, então, a oferta que mais atende às suas necessidades e expectativas.

Um gateway de fretes beneficia uma loja virtual ao calcular fretes e prazos precisamente e facilitar o monitoramento da performance da carteira de transportadoras. Além disso, ele:

  1. Possibilita a criação de campanhas de frete mais eficientes

Como você tem um conhecimento mais preciso do perfil de serviço de frete escolhido por seu público-alvo, é possível elaborar campanhas que funcionam e definir políticas e descontos, ao mesmo tempo atraentes para o consumidor e vantajosas para a loja. Além disso, com base nos relatórios gerados pelo sistema, será possível descobrir se você está perdendo vendas por causa do frete.

  1. Facilita a gestão das tabelas de frete

Trabalhar com a implementação e atualização das tabelas de frete é uma tarefa complexa, uma vez que a quantidade de dados diferentes sobre preços, praças e prazos é enorme. Com o software, a administração dessas informações é feita automaticamente e o gestor tem uma preocupação a menos.

TMS: Transportation Management System

O TMS (Transportation Management System) é um sistema para o gerenciamento de transporte, por isso, cuida diretamente da integração das operações de distribuição. Seu diferencial é acompanhar uma carga desde sua expedição até sua entrega, pois ele possui funcionalidades como:

  • conferência e emissão de faturas;
  • gestão dos despachos;
  • rastreamento de entregas;
  • cálculo do frete;
  • reembolso e monitoramento de envios pelos Correios.

Como todo o processo é monitorado pelo sistema, o controle da operação é máximo com o TMS. Ademais, a ferramenta apresenta outros benefícios como:

  1. Agiliza o fluxo dos despachos

O TMS possui um módulo que permite a integração da loja com transportadoras e os Correios. Isso otimiza a emissão de documentos, etiquetas e demais etapas que fazem parte da expedição, contribuindo para reduzir o tempo de entrega.

  1. Colabora para a gestão de risco e controle de rotas

O TMS também conta com funções que emitem alertas sobre rotas perigosas e situações de risco. Assaltos, acidentes e outros problemas são frequentes em estradas e os danos para o consumidor e para a loja podem ser grandes. Com esses alertas, o gestor é avisado imediatamente de ocorrências e pode tomar decisões mais rápidas.

Entenda qual o melhor software para o seu negócio

Ao passo que o TMS tem o intuito de suprir as necessidades do backoffice de um negócio, os gateways logísticos e de fretes operam com informações provenientes do front-end da operação.

Além disso, a forma como os sistemas são alimentados é divergente: a inserção de dados sobre fretes no TMS é realizada pelos próprios funcionários da empresa. Em contrapartida, um gateway logístico e de fretes carrega informações vindas de profissionais especializados em tabelas de frete.

Essa diferença na forma de nutrição do sistema pode causar desencontro de informações, o que atrapalha o governo de fretes do negócio de acordo com suas políticas e estratégias.

Sendo assim, como cada ferramenta oferece seus benefícios, pode-se dizer que são soluções basicamente complementares. Em um cenário ideal, um e-commerce que se preocupa com a qualidade e quer se destacar no mercado deveria considerar adotar, ao mesmo tempo, um sistema de gateway e um TMS para ter um controle absoluto e alinhamento dos processos, bem como mais precisão sobre os preços e prazos de frete.

Conclusão

O gateway logístico, de frete e o TMS são ferramentas inovadoras que fazem toda a diferença no sucesso da gestão de um e-commerce. Uma integração desses recursos pode ser uma excelente manobra para evitar erros, retrabalhos e potencializar um negócio, permitindo a maximização de resultados e das vendas.

Agora que você já entendeu melhor o gateway logístico, de frete e o TMS, entre em contato conosco para auxiliarmos você em seu projeto!

Artigos Relacionados

Principais tipos de integração de um sistema ERP

Principais tipos de integração de um sistema ERP

Buscar soluções de gestão robustas e eficientes é indispensável hoje em dia, mas, com a quantidade de operações que a ferramenta precisa realizar, é preciso atentar para os tipos de ERP, bem como conhecer as diferentes formas de integração, desmentir mitos, entender...

read more
Você já ouviu falar em Mobile First?

Você já ouviu falar em Mobile First?

Você já ouviu falar em mobile first? Esse conceito vem ganhando cada vez mais destaque nos projetos digitais e mercado de eventos. Ele afeta diretamente as ações de marketing desenvolvidas nos ambientes online e está transformando o modo de as empresas...

read more
O Que é Briefing?

O Que é Briefing?

O termo Briefing não tem uma tradução específica já que é uma palavra que vem sendo usada em sua forma original mesmo na língua portuguesa. Porém podemos levar em conta o verbo inglês To Brief que significa resumir, portanto, o briefing se trata de um resumo, um...

read more
Abrir Chat
Precisa de ajuda?
Olá, como posso te ajudar?