O Branding é uma forma de gerir as estratégias de marca de uma determinada empresa. Essa gestão de marca inclui um planejamento a longo prazo, criação e gerenciamento dos elementos de sua identidade visual para, assim, conseguir potencializar a percepção da sua empresa na mente dos consumidores.

Em suma, o Branding trabalha com o conceito de que uma marca precisa ser planejada, estruturada, gerida e promovida. Todos esses processos que englobam uma gestão de marca fazem parte desse trabalho.

O objetivo é assegurar que todos os envolvidos entendam seu posicionamento, aumentar sua relevância no mercado, potencializar sua visibilidade e fazer com que sua empresa tenha uma boa reputação com seu público. São estratégias que garantem que sua empresa cresça de maneira sustentável.

Branding é garantir que seu negócio vai crescer de forma inteligente e duradoura, sempre voltado para o que sua marca é e como quer ser percebida. Vamos entender um pouco mais sobre isso.

Mas, o que é uma Marca?

Uma marca não é só um logotipo, um nome ou uma identidade visual. Ela é um conjunto de sentimentos e experiências que o seu público teve e criou do produto ou serviço que você oferece.

Muitas vezes esse processo é individual, no qual cada pessoa entende sua marca de uma maneira distinta. Essa perspectiva será sempre baseada nos contextos sociais, culturais, econômicos de cada indivíduo e, principalmente, nas experiências que tiveram com sua empresa.

É justamente por isso que uma estratégia de Branding se faz essencial. Você nunca terá controle total sobre como sua empresa será percebida, o que faz com que você tenha que se diferenciar da concorrência, criando uma marca única e que entregue experiências incríveis do início ao fim.

Uma marca é o que diferencia empresas de sucesso de muitas outras que ficam pelo caminho.

Por que o Itaú conseguiu ser uma das maiores instituições financeiras do mundo? Tenho certeza de que você lembra do “Feito para você”, que é muito mais do que uma tagline, um slogan, mas uma representação de uma gestão focada no cliente e em suas necessidades.

Marcas precisam de valores, de um propósito que vai guiar todas suas ações, desde a concepção de um produto até como ele será promovido em qualquer canal de comunicação.

Quando isso é bem-feito, o consumidor sente e sua empresa vira líder de mercado, assim como o Itaú é hoje.

Qual o objetivo do Branding?

O objetivo do branding é criar conexões conscientes e inconscientes da marca com seus públicos, além de despertar sensações que motivaram o cliente a escolher a sua marca, produto ou serviço.

Por que o Branding é importante?

É importante para que sua marca tenha uma personalidade e propósito próprios. Para que assim haja uma identificação dos públicos com sua marca, tornando-os até mesmo fiéis dela.

Como fazer Branding?

Você pode fazer Branding através da identidade visual, estratégias de comunicação, conteúdos e posicionamentos.

Então, como posso fazer branding e esse tipo de gestão de marca que vai me deixar à frente dos concorrentes?

Veja abaixo alguns exemplos para auxiliar na interpretação da ideia:

Exemplos de Branding e Gestão de Marca em Grandes Empresas

Fazer a gestão de marca não é uma estratégia restrita a grandes empresas.

Por outro lado, é válido observar as práticas de marcas famosas como fonte de inspiração.

Coca-Cola e Apple, por exemplo, são reconhecidamente líderes em seus mercados – e isso só é possível graças ao investimento constante na sua relação com o público.

Como a Coca-Cola investe em um Branding consistente para estar Em Todo Lugar

A Coca-Cola, aposta na positividade, sua campanha de slogan “Abra a Felicidade” é apenas uma das ações que contribuem para enaltecer esse valor.

No Natal, suas embalagens assumem uma decoração especial, mas o principal destaque vai para o caminhão que leva mais do espírito natalino às ruas.

A empresa também investe pesado em publicidade. Todos os dias, você vê comerciais dela na televisão, assim como anúncios nas mais diversas mídias e até mesmo em grandes eventos, como os Jogos Olímpicos, aparece a sua marca entre os patrocinadores oficiais.

Fica a impressão de que a Coca-Cola está em todo lugar – o que é proposital.

Marcas que são apresentadas de maneira consistente têm 3 a 4 vezes mais chances de alcançar visibilidade.

No caso da gigante dos refrigerantes, todo esse investimento se justifica pela manutenção do status conquistado, afinal, não basta chegar ao topo: o mais difícil é permanecer lá.

Como o Branding da Apple Atrai Milhões de Fãs Fiéis

A Apple é uma empresa muito mais nova no mercado, em comparação com a Coca-Cola, mas poucas se posicionaram de maneira tão consistente junto aos seus fãs nas últimas décadas.

Na origem da sua estratégia de branding está o “Think Different”, transparecendo que a inovação é e sempre será um dos seus principais valores, um dos destaques da sua estratégia de branding é que a Apple entrega o que o consumidor deseja.

A cada ano, sua legião de admiradores aguarda os lançamentos e não espera nada menos do que uma novidade impactante em cada um deles, este é o ponto: 48% dos consumidores desejam que as marcas os conheçam e os ajudem a descobrir novos produtos ou serviços que atendam às suas necessidades.

Nisso, a Apple leva nota máxima com louvor, também como parte da sua estratégia, cada item apresentado leva a letra “i” em seu início: iPhone, iPod, iPad, iWatch.

E o trabalho de gestão da marca é tão bem-feito que cada um deles assume uma identidade própria, como se o iPad não fosse um tablet, mas um produto único.

Cabe dizer ainda que, junto à tecnologia, a Apple agrega o luxo e o requinte como parte da personalidade que a molda.

Muitas pessoas compram a ideia e tem um iPhone não tanto pelo desempenho que o celular pode oferecer, mas pelo status que empresta, assim, os produtos da marca são vistos como uma extensão de seus donos.

Difícil haver maior exemplo de identificação e ligação emocional do que esse.

Conclusão

Você viu neste artigo que fazer branding é muito importante para marcas de todos os portes e de segmentos variados.

É a partir desse esforço que nasce o reconhecimento do público sobre aquilo que você oferece.

Seus produtos e serviços podem ser ótimos, mas se eles não estiverem aliados a uma marca respeitada e admirada, talvez poucos se permitam experimentá-los.

E aí, gostou do conteúdo? Não esqueça de deixar um comentário e caso tenha ficado ainda alguma dúvida ou interesse, fique à vontade pra entrar em contato conosco.

Artigos Relacionados

O que é automação comercial?

O que é automação comercial?

Automação comercial pode ser definida como a utilização de ferramentas e métodos tecnológicos para automatização de tarefas corporativas. Ela pode ser aplicada tanto em ações operacionais como na parte estratégica do negócio. A automação comercial é prima próxima do...

read more
O que é um sistema ERP?

O que é um sistema ERP?

ERP é a sigla de Enterprise Resource Planning, que em português significa Planejamento de Recursos Empresariais. Esse modelo de software disponibiliza ferramentas integradas de contabilidade, finanças, recursos humanos e demais setores da empresa, contribuindo para...

read more
Taxa de conversão: o que é e como calcular?

Taxa de conversão: o que é e como calcular?

Muitas empresas olham para a taxa de conversão como uma métrica a ser utilizada como termômetro para entender a real eficiência da comunicação do site ou de uma página específica. Há quem prefira usar essa informação puramente para definição de metas de um time...

read more
Abrir Chat
Precisa de ajuda?
Olá, como posso te ajudar?